Um Sonho de

                   Infância...

              Quando eu era criança brincava muito de ser professora ou aluna. Brincava mesmo, era de estar na escola. Naquele tempo já sentia que ensinar e aprender eram dois lados complementares. Havia cadernos, livros velhos, lápis, algumas bonecas e amigos. A nossa escola era a “escola do silêncio”, tínhamos que ficar quietos para não errar as letras e aprender a ler. Lembro que eu me comportava como uma professora séria, que exigia tudo escrito na linha. Curiosamente, lembro ainda que logo nos cansávamos dessa brincadeira. Desistíamos e procurávamos outra escolha. Hoje penso e reflito, será que talvez se pudéssemos brincar enquanto alunos ou até enquanto professores, não pudéssemos gostar mais ainda da brincadeira?

              Quando desistíamos, preparávamos no quintal ou na calçada uma casinha com bonecas, panos, panelinhas e pedrinhas, achávamos muitas coisas para compor a nossa brincadeira. Resolvíamos muitas situações, desde a estrutura física até as decisões dos papéis de cada um (personagens da brincadeira) e as regras. Penso que isso era o nosso desejo enquanto criança na escola, poder falar, compartilhar ideias, construir juntos, fazer dali um lugar de formação, de vida real, de conexão com o mundo. Cresci, fui estudar pedagogia e viver vida de gente grande. Comecei a trabalhar nas escolas e com o tempo lembrei da minha infância, do quintal, do recreio da escola de verdade, e isso fez despertar em mim um desejo: “Ter um lugar com um olhar para infância”.

              Assim nasce a “Escola Pitiguari”, um lugar de boas relações, escuta e movimento. Um lugar em que crianças e adultos aprendem sobre o cuidado de si e do outro, descobrem caminhos, afetos, criam vínculos e, principalmente constroem aprendizagens muito significativas para suas vidas. Vivem e constroem experiências por meio da liberdade de se relacionarem com o outro e o espaço. Garantindo aprendizagens significativas que se sustentam em investigações e pesquisas cotidianas. Essa Escola é lugar de quem deseja aprender e de quem sabe que pode viver isso feliz!

Nasceu do desejo em buscar garantir às nossas crianças um lugar em que a infância seja vivida de forma genuína, em um espaço e tempo que proporcione a elas condições de desenvolvimento. Construir um caminho que todos percebam que cada criança tem um potencial singular e que precisa ser olhada, considerada e acompanhada.


Sonhamos com uma infância em que a criança possa ter respeitada a sua liberdade para brincar, e que por meio das suas diversas linguagens e expressões, possamos, nós adultos, contemplar a força da brincadeira e do ócio criativo.
 

Pensar nesse desejo nos fez relembrar a nossa infância, as histórias das nossas vidas. Diante disso, escolhemos para representar esta e muitas infâncias, o Pitiguari. Um pássaro que tem um canto forte e intenso que se destaca em qualquer lugar e é possível ouvir de longe. Seu nome traz em seu significado “gente-de-fora-vem”, o nosso maior objetivo, acolher!


Desejamos pássaros livres, e que todos tenham oportunidades de grandes voos e que nestes voos vivam experiências únicas e que possam repeti-las sempre que desejarem.

Nosso Ninho

 
 

Nossos Diferenciais

 
 

Inspiração

Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas.

Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do vôo. Pássaros engaiolados são pássaros sob controle. Engaiolados, o seu dono pode levá-los para onde quiser. Pássaros engaiolados sempre têm um dono. Deixaram de ser pássaros. Porque a essência dos pássaros é o vôo.

Escolas que são asas não amam pássaros engaiolados. O que elas amam são pássaros em vôo. Existem para dar aos pássaros coragem para voar. Ensinar o vôo, isso elas não podem fazer, porque o vôo já nasce dentro dos pássaros. O vôo não pode ser ensinado. Só pode ser encorajado.

Rubem Alves

,,

,,

O Pitiguari é uma escola que cuida da infância, acolhe, e tem uma excelente proposta educacional. Espaço do aprender através do brincar.

Equipe muito dedicada e amorosa. Minha filha ama, e nós estamos muito felizes com o desenvolvimento que ela vem tendo desde que começou.

- Juliana, Mãe da Eduarda.

Desde o primeiro dia em que entrei no berçário, tive a certeza que era ali que meu pequeno ia ficar. Foram algumas visitas até fazermos a matrícula e isso só ajudou a ter certeza da decisão a ser tomada. A Emanuela e sua equipe (em especial a Vivi e a Gabi) tem ajudado e muito a introdução alimentar e foram as responsáveis dele pegar a mamadeira. Sou grata pelo carinho e atenção que cuidam do meu bebê.

- Maria, Mãe do Lucas.

Eu recomendo totalmente a escola Pitiguari. Além do carinho, sinto que a singularidade das crianças são preservada, o que pra mim, foi um total diferencial!
Eu fui daquelas mães que têm uma imensa resistência com a ideia de colocar o bebê na escola. Meu sofrimento era justamente pensar que meu filho se tornaria um em uma massa de pequenos bebês, todos sendo produzidos para obedecer e reproduzir regras, e pensar nisso me dava arrepios.

Mas a necessidade aconteceu, eu visitei algumas escolas e saí chorando, ou quase, de algumas, por comprovar que muitas escolas de fato fazem o que eu temia. Não têm nenhum respeito pela singularidade, não apostam nos potenciais das crianças, não constrói caminhos junto. Mas pesquisei, já sem muito esperança, no face, por alguma escola próxima ao trabalho e desde o momento da troca de emails, eu já senti que ali era diferente!

Eu me apaixonei pela recepção, pela coordenadora, pelo acolhimento, e por ver o brilho e a felicidade de um dos bebês que ali estavam. Quando eu ouvi a história da escola, e aquilo só testificou meu desejo, sim, existe uma escola que olha para o individual, sem "enfiar guela abaixo" das crianças, propostas X ou Y.

Eu digo como mãe e como psicóloga que recomendo a Pitiguari!

- Fernanda, Mãe do Vicente.

Av. Thomas Edison, 451   -   Barra Funda - SP 

11    2308 8300   |   11   976   585   263


contato@pitiguari.com.br

Atendimento das 07h às 19h

  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle